terça-feira, 12 de janeiro de 2010

Jornada de Jesus

Compartilhar cada momento,
vivenciar cada instante.
Mulheres e crianças.
Pescadores e prostitutas.

Na jornada da vida
Jesus não negou
seu olhar,
seu ouvido,
suas mãos,
suas palavras.

Poema integrante do livro Caixa de Versos de Giovanni Campagnuci Alecrim de Araújo, edição do autor, São Paulo,SP: 2009

Um comentário:

Joselito Otílio disse...

Lindo poema meu querido irmão!

Quando paro para pensar na grandeza do amor de Deus sou levado a questionar como pode um Deus tão grande amar seres tão mesquinhos como nós... Logo me alegro porque as misericordias do Senhor é a causa de não sermos consumidos!

Aguardo vocês no meu blog viu!
Abração!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...